Sexta, 05 de junho de 2020
(66) 9903-9558
Esportes

27/02/2020 às 06h58

8.474

Marquinhos

Peixoto de Azevedo / MT

Corinthians para nas poças d’água e se salva com gol de Boselli no fim
Corinthians para nas poças d’água e se salva com gol de Boselli no fim
Corinthians para nas poças d’água e se salva com gol de Boselli no fim
REPRODUÇÃO NET

A Quarta-feira de Cinzas do Corinthians começou com protesto de torcidas organizadas na porta do CT e terminou com o empate por 1 a 1 com o Santo André, na Arena. Mauro Boselli, que começou no banco, entrou para evitar a derrota já nos acréscimos da etapa final de um confronto que ficou marcado pela péssima condição do gramado, que não suportou a forte e intensa chuva que caiu sobre Itaquera nesta noite.


O Santo André segue como líder do Grupo B e da classificação geral da competição, agora com 19 pontos. São seis vitórias, um empate e apenas uma derrota em 2020. O Corinthians, por outro lado, chega aos nove pontos, é o segundo colocado no Grupo D e pode cair na tabela até o fim da oitava rodada.


Primeiro tempo
Tiago Nunes optou por colocar Mauro Boselli no banco de reservas. As apostas foram por Pedrinho, Luan, Yony e Love. Atrás, Gabriel substituiu o suspenso Camacho ao lado de Cantillo.


A postura e a intensidade foram os primeiros pontos de destaque. O Corinthians, de fato, amassou os visitantes. Em pouco tempo, a partida ganhou panorama de ‘ataque contra defesa’.


Os erros individuais, porém, impediram o alvinegro até de concluir a maioria das jogadas. Atrás, quando tudo parecia controlado, Fagner levantou seu adversário, escapou de um cartão vermelho e viu a bola ser alçada para Ronaldo abrir o placar, de cabeça.


Para piorar, a chuva chegou com uma intensidade que o gramado não pôde suportar. As poças d’água minaram qualquer tentativa de toque ou condução de bola.


Segundo tempo
Mauro Boselli voltou já no intervalo na vaga de Yony. Não demorou, e Tiago Nunes também mandou a campo Janderosn na vaga de Pedrinho. Sem o efeito esperado, Gil foi enviado ao ataque e Gabriel virou zagueiro. Também não funcionou, apesar de Boselli ter mandado uma bola na trave em chute de fora da área, e Everaldo foi lançado para o lugar de Gabriel. O beque, então, voltou para a função original.


Assim, de maneira inevitavelmente feia, a partida seguiu. Os zagueiros do Santo André se fizeram de tanto afastar bolas alçadas a área, deram sorte quando Love desperdiçou sem goleiro, em rebote de Fernando Henrique.


Aos 46, quando o Corinthians parecia não ter mais forças, Everaldo cobrou escanteio na cabeça de Boselli, que estufou as redes. E no último lance, Janderson marcou o que seria o gol da virada, mas Gil estava impedido e o auxiliar anular corretamente o gol corintiano.


Próximos jogos
Corinthians e Santo André agora só voltam a campo daqui 10 dias. Ambos os times têm compromissos dia 7, sábado. O Timão vai visitar o Novorizontino, às 19h, enquanto o Ramalhão vai receber o Oeste, às 15h.


FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 1 SANTO ANDRÉ

FONTE: gazetaesportiva

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados